Rotina domiciliar adequada ao público-alvo da educação especial

A Comissão de Diversidade e Inclusão da OAB Niterói, diligente neste período de isolamento social imposto à sociedade, volta seu olhar aos alunos com necessidades educacionais especiais atendidos pela escola básica.

Estes estudantes tornam-se angustiados quando desprovidos de uma rotina apropriada e ou de acompanhamento adequado, como já relatado em nosso grupo de apoio.

Sensíveis às necessidades específicas de cada comorbidade, familiares que acompanham as crianças na quarentena podem, além de relembrar atividades da rotina escolar de interesse destes alunos, também usufruir da contribuição da colaboradora desta Comissão, a pedagoga Fernanda Viannay, que apresenta conteúdos disponíveis em sua página no facebook (AEE na educação Infantil), com inúmeras atividades e orientações voltadas às crianças com e sem deficiência. Assim damos nossa contribuição para estabelecer uma rotina domiciliar adequada a cada indivíduo, principalmente ao público-alvo da educação especial.

(Patrícia Prins Suárez. Advogada, presidente da Comissão de Diversidade e Inclusão da OAB Niterói)