Comissão de Assistência às Vítimas de Violência Doméstica OAB Niterói na campanha do 'Sinal Vermelho'

A Comissão de Assistência às Vítimas de Violência Doméstica da OAB Niterói, presidida por Eliana Barboza, apoia a campanha "Sinal Vermelho", lançada no dia 10 de junho, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), que tem como foco ajudar mulheres em situação de violência doméstica a pedirem ajuda nas farmácias e drogarias do país.

Muitas mulheres se encontram nessa situação e a Campanha busca oferecer um canal silencioso, para que sejam ajudadas. O protocolo é relativamente simples, exigindo apenas dois gestos: a vítima mostra para o atendente na farmácia o X em uma das suas mãos, que pode ser desenhado com caneta, pilot ou batom, e o atendente da farmácia deverá ligar, imediatamente, para o 190 e reportar a situação que será de forma anônima.

"A ideia dessa campanha é priorizar a denúncia silenciosa, para que a mulher em situação de violência, que já está presa em casa por conta do isolamento ou teve seu celular escondido ou destruído pelo agressor, sem conseguir se comunicar com a família e amigos para auxiliá-la, possa em uma rápida ida à farmácia pedir ajuda de forma silenciosa", explica Eliana Barboza.

Como forma de incentivar a divulgação da campanha, as integrantes da Comissão: Cione Lopes de Figueiredo, Jane Louise Rodrigues Souza, Paola Campos de Oliveira Lima, a colaboradora Cintia Gripp de Azevedo e a convidada Leticia Aguiar Meira Fontes participaram da foto com um X vermelho na mão, ratificando o compromisso com a iniciativa.