Presidente da OAB Niterói dá posse à Comissão de Direito Penal e Processo Penal

A advogada Cíntia de Faria Asevedo tomou posse como presidente da Comissão de Direito Penal e Processo Penal da OAB Niterói, durante cerimônia comandada pelo presidente Claudio Viana, realizada no Espaço Cultural da entidade. Prestigiaram o ato o diretor-tesoureiro Ralph de Andrade e o diretor de Cultura e Eventos, Marcelo Rei, além das presidentes das Comissões de Apoio à Terceira Idade, Karin Rangel, e de Assistência às Vítimas de Violência Doméstica, Eliana Barbosa. A solenidade contou com a presença do procurador federal Robson Braga.

Ao abrir a solenidade, Claudio Vianna exaltou a importância da Comissão de Direito Penal e Processo Penal para a Ordem.

"Hoje é um dia de grande satisfação e alegria para a OAB Niterói. Digo sempre que a Ordem só funciona e só existe não em razão da sua diretoria, mas sim por um grupo de advogados que trabalham em prol da entidade e da sociedade. Esse trabalho, com certeza absoluta, vem das novas Comissões. Elas fazem com que a OAB de Niterói tenha a projeção e um resultado positivo para os advogados e a sociedade. E neste dia não será diferente, porque daremos posse à Comissão de Direito e Processo Penal. Trata-se de uma matéria de grande importância, que, ao longo dos anos, passou por grandes transformações", declarou acrescentando:

"Para que possamos acompanhar estas mudanças e que elas sejam filtradas e divulgadas para a sociedade de forma palatável, só poderia ser por um profissional que realmente entenda e saiba repassar a matéria", ao chamar Cíntia Asevedo para assinar o termo de posse à frente da Comissão.

"Ela chegou de mansinho à nossa gestão, participando como delegada de Comissão e agora assume este tão importante posto, que muito nos honra. Estará conosco para dar a sua contribuição", afirmou Claudio Vianna.

Cíntia Asevedo concordou com o presidente quanto à atuação de sua Comissão:

"A criação da Comissão de Direito Penal e Processo Penal no âmbito da OAB Niterói consagra a preocupação da atual administração da entidade, na criação de ferramentas para participar efetivamente dos projetos e ações de interesse da sociedade fluminense".

Segundo ela, o objetivo da Comissão é colocar em pauta a temática que aborda a tutela desses direitos com a missão de despertar os advogados para a defesa do bem comum.

"Pretendemos ampliar o enfoque aos direitos penal e processual penal, com a promoção permanente de fóruns, encontros e seminários para debater assuntos atuais abordados pela jurisprudência e pela opinião pública. A proposta principal é colocar a advocacia em sintonia prática com diplomas legais pertinentes aos referidos ramos do Direito, inclusive abordando aspectos práticos da militância criminal para a capacitação dos colegas que pretendem atuar na área, visando à valorização da advocacia criminal", completou.

Além da presidente tomaram posse o secretário, Vitor Codeço Martins, e os delegados Bianca de Medeiros Violante, Ludmila Coelho Miranda, Luís Maurício Martins Gualda, Paulo Renato Fortunato da Silva e Vanessa Carreiro Raibert.

Fotos: Claudio Fernandes