Solenidade de entrega de carteiras a novos advogados e estagiários de Direito na OAB Niterói teve como paraninfo o advogado Oto Bahia

Oto Bahia, advogado e atual secretário regional do Fonseca, foi o paraninfo da turma de novos advogados e estagiários de Direito que receberam carteiras na OAB Niterói. O orador foi o recém-graduado Rodrigo Santos Rapiso.

Realizada no Plenário José Danir Siqueira do Nascimento, no 11º andar da sede, a cerimônia é coordenada pela Comissão de Seleção e Inscrição, presidida por Elio Ferreira de Souza, vice-presidente da entidade.

Ao abrir a solenidade, o presidente Claudio Vianna exaltou o triunfo dos novos advogados e estagiários:

"Hoje é um dia de festa para a OAB Niterói, porque estamos recebendo em nossos quadros novos advogados e estagiários. É um dia também de comemoração e de reconhecimento pelo esforço, competência e vitória alcançada. Temos que reconhecer que no mínimo há cinco anos vocês fizeram a escolha pelo Direito. Para isso, ingressaram na faculdade e percorreram longos anos de estudo, dedicação, indecisão, alegrias e decepções. E após a conclusão do curso, ainda tiveram que passar no seletivo exame da Ordem, que atualmente só aprova 25% dos inscritos", declarou completando:

"Mas hoje são vitoriosos, pois venceram todas as batalhas e estão aptos para iniciar o exercício da profissão. Parabéns também aos familiares, que contribuíram para que hoje vocês estivessem aqui. Aos estagiários, continuem nesta luta, pois em breve serão recompensados. Sucesso a todos!".

Claudio Vianna também fez questão de exaltar a experiência, talento e o profissionalismo do advogado Oto Bahia:

"Hoje também é um momento de alegria para a OAB Niterói, pois estamos recebendo em nossa Casa o advogado Oto Bahia, cujo reconhecimento se estende à política".

Oto Bahia e Silva agradeceu a indicação como paraninfo da turma:

"Quero saudar e agradecer ao presidente e à diretoria da OAB Niterói pelo convite. Hoje estou na Casa que me recebeu há quase 20 anos, quando me formei, aos 22 anos, e isso me dá muita alegria. Como o Dr. Claudio falou, destaco aqui também a importância da família e dos amigos na nossa formação acadêmica. É fundamental destacar, também, que vocês hoje estão nesta Casa histórica, uma entidade que sempre lutou e vem lutando pelos direitos dos advogados e dos brasileiros, esteve presente em todos os momentos importantes do país. Inclui-se aí a excelente estrutura que a entidade oferece para que os advogados possam exercer a profissão. Cito aqui também a importância da ESA".

Oto Bahia completou:

"Vocês escolheram a profissão que é um sacerdócio. Não é fácil e requer um aprendizado constante, mas é extremamente compensadora. O mercado de trabalho é grande, vai depender de cada um de vocês conquistar o seu espaço. Quero lembrar que estamos no mês da Consciência Negra e não podemos deixar de citar a importância de Luiz Gama, ex-escravo negro, que lutou muito pela abolição da escravatura. Há quatro anos, mais de 130 após sua morte, ele se tornou oficialmente advogado, durante solenidade promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil, que o reconheceu como membro da instituição".

Emocionado, ele ainda destacou a atual gestão da OAB Niterói:

"A entidade está muito bem representada. É muito importante ver a OAB aberta a todos os segmentos da sociedade".

Representando a OAB Niterói, também estavam na cerimônia o diretor-tesoureiro Ralph de Andrade, o diretor de Cultura e Eventos Marcelo Rei, o diretor executivo Hélio Considera; os conselheiros e relatores da Comissão de Seleção e Inscrição Orlando Martins de Barros Filho e Tereza Cristina Teixeira Vilas Boas; o presidente e o secretário da Comissão de Igualdade Racial, Ricardo Rodrigues e Fabio Alves de Alencar, respectivamente; Waldir Costa, ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos; Sérgio Fernandes, o assessor da presidência Márcio Aleluia e a advogada Cláudia Almeida.

Ricardo Rodrigues fez questão de dar o seu depoimento sobre a solenidade de entrega de carteiras, realizada na semana da Consciência Negra:

"Quero dizer que nesta tarde todos nós ganhamos. A OAB tem o nosso sangue. Há duas décadas, quando ainda era estudante de Direito, Dr. Oto Bahia já era procurado para solucionar conflitos. Somos contemporâneos de faculdade, conheço bem o seu estilo agregador e hoje tivemos o privilégio de recebê-lo".

Fotos: claudiofernandesfotografia