OAB Niterói online
Notícias
Palavra do Presidente: É possível?

É possível?


Antonio José Barbosa Silva - presidente da OAB de Niterói


 
Malthus já dizia: os alimentos crescem em proporção aritmética, enquanto a  população, em proporção geométrica.
 
Agora a explicação para esse temor em pleno Século XXI, de uma teoria do economista inglês,  por volta de 1834.
 
Já naquela época ele andava assustado com o pouco crescimento dos alimentos, diante do vertiginoso aumento da população.
 
O que se tem a ver com uma previsão nada otimista ocorrida no Século XIX  e qual o interesse  em relação  ao país?
 
É fácil.
 
Embora se diga que a população do Brasil está em banho-maria, o mundo está de olho na fabulosa reserva florestal da Amazônia, que se der bobeira pode ir para o espaço.
 
A cobiça é grande e certos países da Ásia, da Europa e da própria América estão  mirando o espaço com os olhos esbugalhados. Não se conformam  com uma reserva imensa, destinada apenas ao engrandecimento do meio ambiente.
 
Países namoram aquele maravilhoso espaço coberto de verde.
 
Para muitos,  a Amazônia está com os dias contados, porque o boi, a soja e o milho necessitam de grande glebas para crescer e no  Brasil só existe disponível essa imensa área.
 
Minifúndio é antieconômico e só traz prejuízos para quem se aventura a explorá-lo.

Será que a profecia de Malthus poderá acontecer  em pleno Século XXI? É bom não esperar para crer, porque o seguro morreu de velho.
 
Sai pra lá Cassandra.

(Publicação em O Fluminense de 10-3-17)

É preciso redobrar a vigilância para que, na calada, a floresta não seja depenada. Já existe um enorme desmatamento, que vai devagarinho e  sorrateiramente mandando a mata para o mundo do nada.
 
Tanto por aqui como por além-mar, há uma visão  distorcida e destruidora. Entendem que a existência de uma mata virgem prejudica os negócios da agroindústria e da agropecuária e o planeta corre o risco de ficar a pão e água.


back