OAB Niterói online
Notícias
Palavra do Presidente: Que gente fina!

Que gente fina!


Antonio José Barbosa da Sllva - presidente da OAB de Niterói


Sem a menor sombra de dúvida, é um verdadeiro desrespeito a atitude de motoristas que  teimam em desconhecer  os sinais em Niterói; alguns têm o topete de ficar piscando o farol para pedir passagem quando o motorista respeitador obedece a sinalização.
 
Na ex-capital fluminense, o farol se tornou material de quinta categoria para quem quer ignorar   o verde e o vermelho. É uma Divina Comédia de Dante.
 
Eles ultrapassam em alta velocidade e não dão a menor bola para as possíveis repercussões de sua temeridade. Mostram-se indiferentes e avessos às consequências de  sua imprudência nefasta.
 
Para tomar conta dessa galera de mal intencionados, haveria  necessidade de o município contar com uma legião de guardas para castigar com multas das mais pesadas existentes no código de trânsito. O que é praticamente impossível.
 
Os sinais mais violentados ficam nas ruas com pouco trânsito e nas estradas municipais. Lá, então, é um pega para capar. É um total desrespeito com a vida de quem obedece a lei e, com isso, acaba ficando exposto aos irresponsáveis e levianos motoristas infratores, ou melhor, criminosos em potencial.
 
Outro material que é carta fora do baralho é a obrigação de andar nas estradas com faróis ligados durante o dia. De 100 motoristas, apenas uns 60%  seguem a legislação. É a política do total desrespeito e  poucos se interessam por ela.
 
Geralmente, são os mesmos infratores ou vândalos motorizados.  Pesadas multas não assustam e parecem promover uma vitória decorrente do abuso. Devem ter a sensação, tanto para o homem como para a mulher,  de super homem ou supermulher maravilha.
 
É uma lástima. Êta pecadores!
 
(Publicação em O Fluminense de 24-3-17)



back