OAB Niterói online
Notícias
TRT3 - Tribunal afasta prescrição contra menor herdeiro de trabalhador

TRT3 - Tribunal afasta prescrição contra menor herdeiro de trabalhador

 

Acompanhando o voto do desembargador Márcio Flávio Salem Vidigal, a 5ª Turma do TRT-MG confirmou a sentença que afastou a prescrição para herdeiros menores do empregado falecido, negando provimento ao recurso da empresa atuante em usinas de açúcar e álcool.
 
Os filhos ajuizaram ação trabalhista pedindo a condenação da ex-empregadora do pai ao pagamento de indenização por danos morais e materiais em razão do falecimento do trabalhador, ocorrido durante a jornada de trabalho em 1/11/2012.
 
Ao se defender, a empresa sustentou que o direito de ação estaria fulminado pela prescrição, considerando que a ação foi ajuizada somente em 15/7/2015, ou seja, mais de dois anos depois do falecimento do empregado. Mas o juiz de 1º Grau rejeitou a pretensão, sendo a decisão confirmada em grau de recurso. Em seu voto, o relator lembrou que o artigo 440 da CLT prevê não correr nenhum prazo de prescrição contra os menores de 18 anos.
 
 Segundo a decisão, contudo, essa norma trata da relação de trabalho e diz respeito ao menor na condição de trabalhador. No caso do processo, que envolve herdeiros menores de empregado falecido, o magistrado considerou aplicável o disposto no artigo 198, inciso I, do Código Civil, que estabelece não correr prescrição contra os menores de 16 anos.
 
“O entendimento atual da jurisprudência é no sentido de que não corre prescrição em face de herdeiros menores (de trabalhador falecido), nos moldes do art. 198, I do CC”, destacou no voto, citando jurisprudência do TRT-MG no mesmo sentido. Segundo a decisão citada, com a morte do trabalhador e operando-se a transmissão dos direitos aos sucessores menores, instaura-se causa impeditiva da incidência de prescrição.
 
Também foi registrada decisão do TST no sentido de que a fluência da prescrição para menor absolutamente incapaz encerra-se no momento do falecimento do empregado.
 
Os fundamentos se respaldaram em lição da Professora Alice Monteiro de Barros: “Se há dentre estes, menor absolutamente incapaz, a fluência prescricional, quanto a seu quinhão, encerra-se no momento mesmo do falecimento do empregado, uma vez que contra os menores de 18 (dezoito) anos não corre nenhum prazo de prescrição (art. 440/CLT). Art. 198, I do CCB.
 
 O fato de se encontrarem os bens imersos na universalidade do espólio (art. 12, V, do CPC), cuja representação, em juízo se dá necessariamente por inventariante maior e capaz (art. 5º, caput, do CCB) não se sobrepõe à situação jurídica civil dos herdeiros que se encontram, momentaneamente sob o manto do inventário. A isenção prescricional na hipótese traduz uma justa medida de tutela”. (Curso de Direito do Trabalho, 2ª Edição, p. 978).
 
 Com esses fundamentos, a Turma de julgadores rejeitou a tese defensiva quanto à existência de prescrição. A arguição foi afastada também em relação à companheira do pai falecido, que integrou a ação. Isto porque ajuizou ação em data anterior, não se operando, no caso, a prescrição bienal. A ex-empregadora foi condenada a indenizar os autores, em razão da culpa concorrente pela morte do trabalhador.
 
 PJe: 0011208-07.2015.5.03.0176 (RO)
 
Fonte: Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região



back

:: Mais Noticias
  •  (09-01-2018) - OAB Niterói assina nesta quinta-feira, dia 11, convênio com clínica médica para consultas a R$ 60
  •  (09-01-2018) - OAB Niterói realiza primeira entrega de carteiras a novos advogados e estagiários de Direito dia 11
  •  (19-12-2017) - Feliz Natal e um 2018 de alegrias!
  •  (19-12-2017) - OAB Niterói suspenderá rede de informação até 20 de janeiro, acompanhando as férias dos advogados
  •  (19-12-2017) - OAB Niterói estará em recesso de 20 de dezembro a 7 de janeiro para as festas de fim de ano
  •  (19-12-2017) - Turma de Direito da UFF de 1967 comemora Jubileu de Ouro de formatura no dia 19 de janeiro
  •  (18-12-2017) - TRT3 - Aumento jornada em readaptação acompanhada aumento salarial não representa alteração lesiva
  •  (18-12-2017) - STJ - Tribunal edita seis novas súmulas
  •  (18-12-2017) - STF - Tribunal inicia julgamento de ações sobre o novo Código Florestal
  •  (18-12-2017) - CJF - TNU cancela enunciado da Súmula nº 51
  •  (18-12-2017) - TNU - Certidão é essencial para contagem de tempo trabalhado
  •  (18-12-2017) - Ementário de Jurisprudência Cível Nº 32/2017 do TJRJ
  •  (15-12-2017) - STJ - Reconhecimento de união estável com pessoa casada não pode dispensar citação do cônjuge
  •  (15-12-2017) - STJ - Primeira Turma nega acesso de município a informações individualizadas colhidas pelo IBGE
  •  (15-12-2017) - TST - Empresa pagará equivalente a seguro-desemprego porque fez três cadastros de PIS de empregado
  •  (15-12-2017) - STJ - O sonho da maternidade às portas
  •  (14-12-2017) - TRF1 - Insuficiência da penhora não é causa para a extinção dos embargos do devedor
  •  (14-12-2017) - TJAL - Nova lei facilita processo de adoção de crianças; saiba o que mudou
  •  (14-12-2017) - TRT13 - O direito e o Trabalho
  •  (14-12-2017) - CNJ: Modernizar cartórios é inadiável, diz Noronha aos corregedores
  •  (14-12-2017) - TRF1 - Crédito tributário declarado e não honrado no seu vencimento pode ser inscrito imediatamente
  •  (14-12-2017) - TRF1 - Tribunal mantém sentença que afasta a Taxa de Saúde Suplementar
  •  (14-12-2017) - TJPB - Acusado de abandono material por falta de pagamento de pensão alimentícia tem apelo negado
  •  (14-12-2017) - Informativo STF