OAB Niterói online
Notícias
Palavra do Presidente: Pop star

Pop star


 
Por Antonio José Barbosa da Silva - presidente da OAB de Niterói
 
Ele começou com o pé direito. Quem é? É nada menos do que o ilustre e atuante desembargador, André Fontes, novo presidente do TRF-RJ, com um detalhe: morador em Niterói.
 
O que ele disse de tão importante que merece encômios da advocacia. Simplesmente,  se engajou na luta do presidente da OAB de Niterói. Desde que assumiu o mandato pela primeira vez, quer o fortalecimento da justiça do primeiro grau, um presidente que receba os advogados e construa o novo fórum na Avenida Amaral Peixoto.
 
O que diz o desembargador: administração visa o fortalecimento da primeira instância federal, portas abertas aos advogados e jurisdicionados e  construção de sedes próprias para a instalação das seções judiciárias no Estado do Rio, principalmente em Niterói.
 
Mais adiante enfatiza que a construção de uma nova sede para o fórum federal na cidade é uma reivindicação antiga da OAB Niterói. Com a construção em terreno já doado à Justiça Federal pelo INSS, a Avenida Amaral Peixoto, no Centro, terá completado o corredor judiciário, onde já estão os fóruns do TJ e do TRT.
 
Merece aplausos da advocacia os três enfoques,  com nota 10.
 
 A construção do novo prédio é necessária, porque o fórum atual funciona em unidade pequena que mais parece uma casa de boneca e conta ainda com instalações precárias. Inclusive, com a inauguração da obra, será  permitida a unificação dos órgãos da Justiça Federal,  uma vez que o juizado especial funciona em local distinto.
 
O terreno fica ao lado do prédio da Caixa.
 
Essa movimentação foi apoiada pelo juiz  José Arthur Diniz, quando dirigente do diretor do fórum. Foi incansável nessa  luta. Hoje,  o novo diretor do fórum é o  juiz Fabrício Soares,  que também integra essa cruzada.
 
Foi José Arthur que participou do ato de transferência do prédio que pertencia ao INSS para a Justiça Federal e com a presença do presidente da OAB de Niterói.
 
Com a inauguração, a Amaral Peixoto se transformará em um “corredor judiciário”,  já que funcionará quase ao lado dos fóruns trabalhista e estadual, outro pleito da instituição.
 
Agora, que os anjos digam amém.
 
(Publicação em O Fluminense de 5-5-17)



back