OAB Niterói online
Notícias
TRT3 - Juiz condena sindicato a pagar de honorários de sucumbência e multa por litigância de má-fé

TRT3 - Juiz condena sindicato a pagamento de honorários de sucumbência e multa por litigância de má-fé


Ao analisar uma ação coletiva ajuizada por um sindicato contra uma empresa de combustíveis e derivados de petróleo, o juiz Marcel Lopes Machado, na titularidade da Vara do Trabalho de Ituiutaba, julgou improcedentes todos os pedidos feitos e condenou o sindicato autor ao pagamento dos honorários advocatícios de sucumbência de 20% sobre o valor da causa (R$10 mil), além de aplicar sanção pedagógica por litigância de má-fé, equivalente a 3% do valor da causa (R$1.500,00). Por fim, determinou o pagamento das custas processuais, no valor de R$1 mil.
 
A razão de tudo isso? É que o sindicato elencou uma lista com mais de 75 pedidos, todos fundados em alegações genéricas e abstratas de violações a leis, a normas coletivas e a normas regulamentares do MTE, sem apontar, objetivamente, uma única situação de violação em concreto e sem trazer ao processo uma única e elementar prova das suas alegações de desrespeito a normas trabalhistas e da prática de dumping social. Além do mais, impugnava genericamente todos os documentos apresentados pela defesa.
 
Na sentença, o julgador observou que a defesa apresentou diversos documentos: recibos salariais, RAIS, documentos do INSS, cartões de ponto, recolhimentos de FGTS/INSS, notas fiscais de EPIS, apólice de seguro de vida, exames médicos admissionais/demissionais etc. E o sindicato apenas alegou a ilegibilidade de documentos e ausência de recibos específicos. Cenário este que, no entanto, foi afastado pelo procurador da empresa que prestou declaração no balcão da Vara de legibilidade e autenticidade dos documentos, sob as penas da lei. Numa segunda oportunidade, o sindicato manifestou-se de forma “demasiadamente genérica”, nos dizeres do juiz, sem apontar, ainda que por amostragem, quais as alegadas violações às normas de direito material do trabalho que imputou à empresa.
 
“Não se sustenta a alegação genérica e abstrata de ilegalidade de apresentação dos documentos”, frisou a sentença. Conforme pontuado, o sindicato não apresentou uma única indicação de violação às normas de direito material sobre os documentos relacionados ao PPRA, PCMSO, LTACT, exames médicos admissionais/demissionais. Não demonstrou um único caso das hipóteses de acidente de trabalho e/ou doenças ocupacional/profissional do trabalho (artigos 19 e 20 da Lei 8.213/91) sem a correspondente emissão de CAT pela reclamada (artigos 22 da Lei 8.213/91). Neste aspecto, o juiz lembrou que o próprio sindicato reclamante teria esse dever legal diante da ocorrência de acidente teria apresentado a CAT. Ao caso, foi aplicado o artigo 22, parágrafo 2º da Lei 8.213/91.
 
Prosseguindo, ponderou que também não foi apresentada prova e/ou indício da alegada irregularidade de emissão dos PPPs pela reclamada (artigos 58 da Lei 8.213/91 e 68 do Decreto 3.048/99), nem fotografia (documento de fácil obtenção, artigo 375/CPC, segundo o juiz), a demonstrar a alegação genérica de que as bombas de combustíveis não possuem proteção contra respingos, e de que existiram irregularidades nas áreas de sanitários e de vivência.
 
Foi mencionado ainda o fato de o sindicato não ter apresentado cópia de eventual procedimento de fiscalização/atuação da DRT/MTE (artigos 156, 161 e 201, 626 a 634/CLT) e/ou, sequer uma denúncia da própria entidade sindical ao órgão de fiscalização das relações de trabalho, postulando sua atuação (dever legal atribuído à entidade sindical, artigos 8º, III/CR e 513, “a” e “d”/CLT).
 
Citando outra decisão idêntica contra a mesma empresa, ele acresceu a observação de que não foi trazido um único indício de trabalhador acidentado, vítima de doença ocupacional e/ou contaminado em tese pelos derivados de hidrocarbonetos, bem como, não há um único atestado médico (particular/privado) a demonstrar estas situações, a justificar todas as alegações (em tese e abstratas) de violação patronal às normas de proteção à saúde e integridade física dos alegados trabalhadores substituídos.
 
Portanto, a conclusão do magistrado foi de que a entidade sindical apresentou uma ação coletiva, sem um único indício ou documento (inclusive, os de natureza comum às partes, artigo 399, III/CPC, como recibos salariais de substituídos, artigo 464/CLT), a demonstrar as alegadas violações (todas em abstrato e genéricas). “Ao contrário da abstratividade e da generalidade da LEI e dos atos normativos, a tutela jurisdicional não pode ser concedida (seja em tutelas condenatórias, seja cominatórias, seja executivas “lato sensu”, seja mandamentais) em abstrato e genericamente, porque o pressuposto lógico do exercício do inalienável direito constitucional de ação (artigo 5º, XXXV/CR) é o dano/lesão e/ou sua ameaça. Portanto, a tutela jurisdicional a ser concedida deve ser concreta e específica, o que se mostra impossível neste caso, diante de todos os fundamentos anteriores”, pontuou o juiz.
 
Com base nesse contexto, foram julgadas improcedentes as pretensões indenizatórias, por ausência de prova dos alegados danos de natureza coletiva (dumping social) e/ou de natureza ambiental, a caracterizar violação coletiva e reiterada aos direitos imateriais da dignidade ou personalidade profissional dos trabalhadores substituídos.
 
No caso, houve negativa de benefícios da justiça gratuita ao sindicato, explicando o magistrado que se aplicam exclusivamente a favor dos trabalhadores, que se declaram em estado de hipossuficiência jurídica (artigo 790, parágrafo 3º/CLT), e não às pessoas jurídicas de natureza privada, que não se enquadram nas exceções do artigo 790-A/CLT. No caso, não foi demonstrada a alegada dificuldade financeira.
 
A decisão condenou o sindicato nos honorários advocatícios pela mera sucumbência, no percentual de 20% incidente sobre o valor da causa. O valor foi equivalente a R$10 mil, a favor da empresa.
 
Dever de ética e lealdade processual - “Cumpre às partes atentar para o verdadeiro sentido ético de acesso ao Poder Judiciário, expor os fatos em juízo conforme a verdade, artigos 77, I e 80, II/CPC, não deduzir pretensões e incidentes manifestamente infundados e desvirtuados dos princípios da probidade, boa fé e lealdade processuais, artigos 5º e 80, IV, V e VI/CPC, visando o real sentido de acesso e obtenção da tutela jurisdicional, artigo 5º, XXXV e LXXVIII/CR, e não, desvirtuá-la com objetivo ilegal, artigo 80, III/CPC”, alertou na sentença reiterando que as partes devem observar os deveres processuais.
 
A decisão destacou ainda que as partes devem ter a consciência de que o processo é instrumento público de efetivação dos direitos da cidadania, devendo se pautar pela ética, lealdade, probidade e demais deveres processuais legais e imperativos (artigos 77 e 80/CPC). Caso contrário, se caracterizará conduta abusiva e lesiva àquele direito constitucional de ação, artigo 187/CC, mas também atentado à própria autoridade, efetividade, credibilidade e dignidade do Poder Judiciário.
 
O juiz também lembrou que é dever do Poder Judiciário, como maior interessado na solução dos conflitos, artigos 5º, LXXVIII/CR, 139, II/CPC e 765/CLT, reprimir, através dos mecanismos legais existentes (artigos 652, “d” e “f”/CLT e artigos 81 e 139, III/CPC), toda e qualquer conduta contrária boa fé, probidade e lealdade processuais, e, portanto, violadora destes deveres processuais (artigos 77 e 80/CPC). Isto porque, conforme registrou, a efetividade da tutela jurisdicional e a razoável duração do processo, como garantias constitucionais do jurisdicionado, são direitos inalienáveis não só do autor, mas também de sua parte adversa, e, mais do que isto, é um dever de todos relativo à sã administração da Justiça, artigo 6º/CPC.
 
Diante de todas as considerações apresentadas, o magistrado considerou grave e irresponsável a conduta do sindicato ao propor uma demanda de natureza coletiva da forma apresentada, decidindo aplicar, “a título pedagógico”, artigos 653, “f” e 139, III/CPC, a sanção por litigância de má-fé, artigos 652, “d”/CLT e 81/CPC, equivalente a 3% do valor da causa (R$1.500,00). O sindicato também foi condenado ao pagamento das custas processuais, artigo 789, II/CLT (R$1.000,00).
 
Posteriormente, foi apresentado acordo, dispondo o julgador que seria apreciado oportunamente, após o trânsito em julgado. O juiz negou seguimento ao Recurso Ordinário do sindicato, por ausência do depósito recursal. Como o sindicato entrou com Agravo de Instrumento, os autos foram remetidos ao TRT-MG.
Processo PJe: 0010544-87.2016.5.03.0063 (AIRO) — Sentença em 10/02/2017

Fonte: TRT3



back

:: Mais Noticias
  •  (12-12-2017) - TJAC - Sobrinho deve ser indenizado após ofensa por não convidar tia para casamento
  •  (12-12-2017) - TJAC - Servidores públicos temporários têm direito a férias remuneradas e “terço constitucional”
  •  (12-12-2017) - TJSC - Pais de criança que teve fraturas constatadas aos sete meses perdem o poder familiar
  •  (12-12-2017) - TJRO - DER é condenado por danos causados em acidente de trânsito pela ausência de sinalização
  •  (12-12-2017) - TJDFT mantém multa ao Distrito Federal pelo não pagamento de pensão a aluno que ficou tetraplégico
  •  (11-12-2017) - STF - Tribunal decidirá sobre necessidade de autorização em âmbito eleitoral para gravação ambiental
  •  (11-12-2017) - STF - Entidade questiona contrato de trabalho intermitente criado pela reforma trabalhista
  •  (11-12-2017) - TJTO - Justiça retifica gênero em registro civil de moradora de Dianópolis
  •  (11-12-2017) - TJSC - Tribunal determina que suposto pai pague pensão mesmo antes do nascimento de bebê
  •  (11-12-2017) - TJMG - Casal é indenizado por falta de energia elétrica na festa de casamento
  •  (11-12-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (11-12-2017) - Justiça carioca cria centro de resolução de conflitos familiares
  •  (11-12-2017) - TJAC - Município de Sena Madureira deve indenizar mulher pelos danos ao imóvel decorrentes de obra
  •  (11-12-2017) - TRF1 - Legislação impede a concessão de licença para acompanhar cônjuge deslocado para tomar posse
  •  (11-12-2017) - TRF1 - Denatran é condenado a efetuar emplacamento de veículo adquirido em leilão da Receita Federal
  •  (11-12-2017) - TRT23 - Justiça nega vínculo de emprego a filho de comerciante
  •  (11-12-2017) - TRT6 - Professora que “repetiu” ação trabalhista contra Município é multada
  •  (11-12-2017) - TRT1 - Amizade no Facebook não configura suspeição de testemunha
  •  (11-12-2017) - STJ - Quarta Turma acolhe pedido de guarda póstuma e assegura pensão a menor com doença cerebral
  •  (11-12-2017) - STJ - Admitido incidente de uniformização sobre incorporação do reajuste da URP de abril e maio de 1
  •  (07-12-2017) - Feminicida terá de devolver o benefício previdenciário recebido
  •  (07-12-2017) - CNJ esclarece dúvidas sobre apostilamento de documento em cartório
  •  (07-12-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (07-12-2017) - STF -Ministro suspende júri após absolvição anulada por falta de quesito sobre participação genérica
  •  (07-12-2017) - STJ - Admitido incidente de uniformização sobre prescrição e habilitação para recebimento de pensão
  •  (07-12-2017) - STJ- Agravo de instrumento é recurso cabível contra revogação de Justiça gratuita em autos apartados
  •  (07-12-2017) - TRF-RJ inaugura hoje Memorial em homenagem a 9 desembargadores falecidos,com presença da OAB Niterói
  •  (07-12-2017) - TJRS - Estado deve fornecer informações, mesmo que sigilosas, aos órgãos de fiscalização
  •  (07-12-2017) - TRF1 - Princípio da proporcionalidade não se aplica a réu reincidente
  •  (07-12-2017) - TRF1 - Entrega de carnês de IPTU sem a intermediação não viola manutenção do serviço público postal
  •  (07-12-2017) - TRT15 - Câmara anula doação fraudulenta e determina penhora sobre imóvel de sócio devedor
  •  (07-12-2017) - TST - Intimação de sentença que não foi feita a advogado expressamente indicado é nula
  •  (07-12-2017) - TRF3 - Fundamentos que levaram a 11ª turma a substituir prisão preventiva por medidas cautelares
  •  (06-12-2017) - STJ - Protesto de título prescrito gera dano moral apenas se não houver outras formas de cobrança
  •  (06-12-2017) - STJ - Mesmo sem previsão, cabe agravo de instrumento contra decisão interlocutória
  •  (06-12-2017) - STJ - Dissolução parcial de sociedade não exige citação de todos os acionistas
  •  (06-12-2017) - TST - Mantida suspeição de testemunha com cargo de confiança e poderes para admitir e demitir
  •  (06-12-2017) - CJF - Cumprimento de autos de constatação é atribuição de oficiais de justiça
  •  (06-12-2017) - STJ - Corte Especial e Terceira Seção aprovam duas novas súmulas
  •  (06-12-2017) - STJ - Prorrogações de contrato de aluguel não autorizam denúncia vazia
  •  (06-12-2017) - TJDFT - Motorista que estacionou sem acionar o freio de mão deverá restituir prejuízos causados
  •  (06-12-2017) - STJ - Primeira Seção reafirma que menor sob guarda tem direito à pensão por morte
  •  (06-12-2017) - STJ - Litisconsortes com diferentes advogados têm prazo em dobro para pagamento voluntário
  •  (06-12-2017) - STJ - Falta de anuência não desobriga fiador na prorrogação do contrato de aluguel
  •  (06-12-2017) - TRT5- Vigilante tem justa causa mantida por atuar, de licença médica, como juiz do Campeonato Baiano
  •  (06-12-2017) - TRT1 - Grau de parentesco não justifica inclusão na execução
  •  (06-12-2017) - TST - Entidades e OAB poderão se manifestar em sessão que examinará mudanças na jurisprudência
  •  (06-12-2017) - TJRJ atende solicitação da OAB Niterói e inaugura Juizado Fazendário na Região Oceânica, dia 13
  •  (06-12-2017) - ESA Niterói fecha o ano letivo com chave de ouro após receber 1.189 alunos em dezenas de cursos
  •  (06-12-2017) - Advogado Nilton Nunes será o paraninfo da última turma a receber carteiras na OAB Niterói em 2017
  •  (06-12-2017) - Turma de Direito da UFF de 1967 comemora Jubileu de Ouro de formatura no dia 19 de janeiro
  •  (06-12-2017) - Associação de Imprensa promove ato público,5ªfeira,na Cinelândia, pelo Dia da Liberdade de Expressão
  •  (05-12-2017) - OAB Niterói e a OAB-RJ não terão expediente nesta sexta-feira, Dia da Justiça
  •  (05-12-2017) - TRF1 - Incide PIS e Cofins sobre faturamento decorrente da locação e venda de bens imóveis
  •  (05-12-2017) - TRT1 - Indeferida inclusão de ex-sócia em execução trabalhista
  •  (05-12-2017) - STJ - Terceira Turma limita pagamento de pensão a ex-companheira
  •  (05-12-2017) - STJ - Protesto de título prescrito gera dano moral apenas se não houver outras formas de cobrar
  •  (05-12-2017) - STJ - Impenhorabilidade de pequeno imóvel rural não exige que dívida venha da agricultura
  •  (05-12-2017) - STF - Negado trâmite a ADI de partido sem representantes no Congresso na data de ajuizamento da ação
  •  (05-12-2017) - ESA Niterói promove, dia 12, último Curso Prático de Peticionamento Eletrônico do ano
  •  (05-12-2017) - Representante da OAB Niterói toma posse como presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa
  •  (05-12-2017) - Decisões do TJRJ
  •  (05-12-2017) - Informativo STF
  •  (04-12-2017) - TRF1 - Ação de cumprimento da sentença proferida em ação civil pública prescreve em 5 anos
  •  (04-12-2017) - TST - Mantida validade de acordo que autorizou parcelamento de verbas rescisórias em 16 vezes
  •  (04-12-2017) - TST - Gratificação de assiduidade com natureza salarial fixada em norma coletiva integra horas extra
  •  (04-12-2017) - STJ autoriza conversão de execução para entrega de coisa incerta em execução por quantia certa
  •  (04-12-2017) - STJ-Participação nos lucros e resultados não se incorpora diretamente ao valor da pensão alimentícia
  •  (04-12-2017) - TJSC - Sinal amarelo intermitente pede cautela dobrada e divide responsabilidade em colisão
  •  (04-12-2017) - TJSC - Busca incessante por paternidade esbarra em exame de DNA e na coisa julgada
  •  (04-12-2017) - Informativo de Jurisprudência do STJ
  •  (01-12-2017) - Palavra do Presidente: Vampiros, não
  •  (24-11-2017) - Informativo da OAB Niterói será suspenso de 27 a 30 de novembro, esclarece Antonio José
  •  (24-11-2017) - STJ - Crédito trabalhista pode ser incluído em recuperação judicial de empresa
  •  (24-11-2017) - STF - Ministro remete à primeira instância ações que discutem gestão de água na Região Sudeste
  •  (24-11-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (24-11-2017) - TJGO - Condomínio é condenado a indenizar moradora após forçar retirada de rede de proteção
  •  (24-11-2017) - TRF1 - Proprietário de imóvel responde pelo dano ambiental por uso de fogo em área agropastoril
  •  (24-11-2017) - TRF1 - Acumulação lícita de cargos públicos deve ser limitada a jornada de 60 horas semanais
  •  (24-11-2017) - STJ - Quando o dano é nacional, local de sede da empresa não determina escolha de foro
  •  (24-11-2017) - Advogado Erthal Rocha recebe Medalha do Mérito da Emerj, dia 4 de dezembro
  •  (24-11-2017) - TRF-RJ inaugura, dia 7 de dezembro, Memorial em homenagem a nove desembargadores federais falecidos
  •  (24-11-2017) - ESA da OAB Niterói inicia o mês de dezembro com oferta de curso gratuito sobre ‘Coaching Jurídico’
  •  (24-11-2017) - Comissão de Integração Comunitária da OAB Niterói dá orientação jurídica dia 26, em São Francisco
  •  (24-11-2017) - Palavra do Presidente: Melhor trilha
  •  (23-11-2017) - TRT3 - Depositário do bem penhorado pode ser nomeado por edital
  •  (23-11-2017) - STJ - Valor pago a título de arras, mesmo superior a 50% do negócio, pode ser retido integralmente
  •  (23-11-2017) - STF-1ª Turma: magistrados devem observar regra artigo 212 do CPC sobre ordem inquirição testemunhas
  •  (23-11-2017) - STJ - Nomeação de bens à penhora ou depósito judicial são suficientes para impedir falência
  •  (23-11-2017) - MP que muda nova lei trabalhista gera insegurança, dizem empresários e juízes
  •  (23-11-2017) - Ementário de Jurisprudência Cível Nº 30/2017 do TJRJ
  •  (21-11-2017) - TJMT - Tribunal mantém condenação de motociclista alcoolizado
  •  (21-11-2017) - TJSP - Motorista é condenado por oferecer dinheiro a policiais
  •  (21-11-2017) - TJGO -Criança que entrou em imóvel cercado e foi atacada por cachorros não tem direito à indenização
  •  (21-11-2017) - TJRJ - Justiça condena Estado e Suderj a indenizar proprietários de cadeiras perpétuas do Maracanã
  •  (21-11-2017) - TST valida acordo que amplia estabilidade apenas para gestantes contratadas por prazo indeterminado
  •  (21-11-2017) - TST -Justiça estadual deve julgar ação contra município que descumpriu medidas de combate a trabalho
  •  (21-11-2017) - TRT6 - Turma invalida termo de quitação amplo formulado em um acordo extrajudicial
  •  (21-11-2017) - TJAC- Justiça determina que entes públicos providenciem saneamento ambiental em bairro de Rio Branco
  •  (21-11-2017) - TJAC - Justiça determina internação de adolescente que incendiou escola no município de Feijó
  •  (21-11-2017) - TRF1 - Prescrição para o crime de descaminho é contada pela metade para o réu com mais de 70 anos
  •  (21-11-2017) - TRT6 - Coparticipação de empregado em plano de saúde não se relaciona com o acidente de trabalho
  •  (21-11-2017) - TRT23 - Processo é solucionado duas horas após ser ajuizado na 1ª Vara de Tangará
  •  (21-11-2017) - TST - Pagamento de custas em guia com código de TRT incorreto não invalida recurso
  •  (21-11-2017) - STJ - Reclamação verbal, quando comprovada, interrompe decadência relacionada a vício de produto
  •  (17-11-2017) - Feliz Natal e um 2018 de alegrias!
  •  (17-11-2017) - Confraternização de fim de ano dos advogados é transferida para 13 de dezembro, com churrasco