OAB Niterói online
Notícias
TRT3 identifica “confusão” em caso de viúva que era ao mesmo tempo credora e devedora dos créditos

TRT3 - Turma identifica “confusão” em caso de viúva que era ao mesmo tempo credora e devedora dos créditos trabalhistas do falecido marido


 
Existe no Direito Civil um instituto chamado “confusão”, que ocorre quando se confundem, na mesma pessoa, as qualidades de credor e devedor. Mas, deixando de lado por um instante o sentido jurídico da palavra, pode-se dizer que o juiz convocado Mauro César Silva esteve, literalmente, diante de uma verdadeira confusão. No julgamento realizado na 10ª Turma do TRT mineiro, ele se deparou com o caso de uma viúva que era, ao mesmo tempo, credora e devedora dos créditos trabalhistas do falecido marido. É que, após a morte do marido, ela buscou na Justiça do Trabalho os créditos dele reconhecidos em juízo, na condição de sucessora. Entretanto, o relator do caso apurou que ela era também devedora, na condição de ex-sócia da empresa onde o falecido trabalhava.
 
Tudo começou em 2014, quando o ex-empregado moveu uma ação trabalhista contra uma agência de viagens. Em sua ação, ele relatou o descumprimento de diversos direitos trabalhistas por parte da empregadora e disse que, em 18/12/2013, foi concedida a ele uma aposentadoria por invalidez, sendo que seu contrato precisava ser baixado para que recebesse as parcelas de FGTS depositadas. A juíza sentenciante decretou a revelia da agência de viagens, que sequer compareceu à audiência inicial. Em razão da inércia da empresa, que não respondeu às intimações, foi anotado o trânsito em julgado da ação em 11/06/2014 e homologados os cálculos do ex-empregado, que atingiram a soma de R$630.647,54, atualizados até junho de 2014.
 
Após as tentativas frustradas de execução, os sócios da empresa foram incluídos no processo na condição de réus, em agosto de 2014. Cerca de um mês depois, ainda no curso da ação, o agente de viagens faleceu em virtude de um câncer no estômago, deixando a viúva e cinco filhos. Depois disso ficou demonstrado no processo que o nome da viúva figurava entre os sócios da empresa e, mesmo sabendo da ação proposta pelo falecido, já que os dois eram casados desde 1996 e viviam juntos, ela não se manifestou no processo em nome da empregadora. Ficou demonstrado também no processo que a agência de viagens encerrou suas atividades e o outro sócio não foi localizado.
 
A viúva só se manifestou depois que a juíza sentenciante, verificando que o espólio tem cinco pessoas interessadas supostamente beneficiárias ou herdeiras do falecido, declarou que as questões de sucessão não eram da competência da Justiça do Trabalho, determinando, assim, que, depois de disponibilizado o crédito em favor do espólio do autor, o valor deveria ser transferido para o juízo competente da 1ª Vara de Sucessões de Belo Horizonte. Inconformadas, a viúva e duas filhas menores do agente de viagens apresentaram recurso em fevereiro de 2016, pretendendo sua habilitação como únicas sucessoras do falecido.
 
Voltando ao sentido jurídico da palavra “confusão”, em sua análise, o juiz convocado pontuou que a presença dela é nítida no caso, “uma vez que a viúva persegue bens na presente ação por entender ser parte legítima para tanto e, ao mesmo tempo, é devedora do crédito, na condição de ex-sócia”. Na mesma linha do entendimento adotado pelo TST, o magistrado acentuou que deve ser atribuída aos dependentes habilitados perante a Previdência Social, além daqueles mencionados na lei civil, a legitimidade para pleitear os direitos do falecido não recebidos em vida, decorrentes da relação empregatícia, independentemente de inventário ou arrolamento.
 
De acordo com as ponderações do julgador, esse entendimento decorre da interpretação que se faz do artigo 1º da Lei nº 6.858/80, que dispõe que os valores devidos pelos empregadores aos empregados, não recebidos em vida pelos respectivos titulares, serão pagos, em cotas iguais, aos dependentes habilitados perante a Previdência Social ou aos sucessores previstos na legislação civil, independentemente de inventário ou arrolamento.
 
Entretanto, conforme observou o juiz convocado, no caso do processo, ficou comprovado, por meio da cópia da certidão de óbito do trabalhador, que este teve cinco filhos, que são seus herdeiros necessários (aqueles que têm direito a parte legítima da herança: descendentes, ascendentes e cônjuge), à luz do artigo 1.846 do Código Civil. Os filhos maiores do falecido já haviam se manifestado no processo, pretendendo fazer valer seu direito como herdeiros necessários. Como se não bastasse, para completar a “confusão”, o magistrado constatou, ao examinar os documentos, que a sócia da empresa, dona de uma dívida trabalhista de mais de R$500.000,00 no processo, além dos débitos previdenciários, é dependente do falecido perante o INSS. “Não é possível autorizar que ela, na condição de dependente previdenciária, levante créditos nesta ação, porque não cessa a confusão antes do pagamento integral do débito exequendo (art. 384 do Código Civil)”, concluiu o julgador.
 
Diante desse cenário, o juiz convocado entendeu ser inaplicável a norma do artigo 1º da Lei 6.858/80, sendo medida de maior justiça destinar os créditos obtidos no processo ao juízo da 1ª Vara de Sucessões de Belo Horizonte, a quem compete atribuir a cada um dos herdeiros a sua parte. Assim, por entender que não cabe à Justiça do Trabalho solucionar conflitos entre herdeiros, o relator negou provimento ao recurso da viúva e suas filhas menores, confirmando a sentença. Por maioria de votos, a 10ª Turma do TRT de Minas acompanhou esse entendimento.
Processo 00977-2014-181-03-00-7 (AP) — Acórdão em 12/05/2017

Fonte: TRT3



back

:: Mais Noticias
  •  (13-12-2017) - STF - Relator rejeita ação por ilegitimidade de diretório partidário municipal para ajuizar ADI
  •  (13-12-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (13-12-2017) - Informativo de Jurisprudência
  •  (12-12-2017) - Ementário de Jurisprudência Cível Nº 31/2017 do TJRJ
  •  (12-12-2017) - TJAC - Sobrinho deve ser indenizado após ofensa por não convidar tia para casamento
  •  (12-12-2017) - TJAC - Servidores públicos temporários têm direito a férias remuneradas e “terço constitucional”
  •  (12-12-2017) - TJSC - Pais de criança que teve fraturas constatadas aos sete meses perdem o poder familiar
  •  (12-12-2017) - TJRO - DER é condenado por danos causados em acidente de trânsito pela ausência de sinalização
  •  (12-12-2017) - TJDFT mantém multa ao Distrito Federal pelo não pagamento de pensão a aluno que ficou tetraplégico
  •  (12-12-2017) - TRT14 - Procurador federal deve ser intimado pessoalmente em ação trabalhista
  •  (12-12-2017) - STF - Recurso sobre leis municipais que proíbem sacolas plásticas tem repercussão geral
  •  (12-12-2017) - STF - Suspensa decisão que rejeitou denúncia de lesão corporal contra mulher após retratação
  •  (11-12-2017) - STF - Tribunal decidirá sobre necessidade de autorização em âmbito eleitoral para gravação ambiental
  •  (11-12-2017) - STF - Entidade questiona contrato de trabalho intermitente criado pela reforma trabalhista
  •  (11-12-2017) - TJTO - Justiça retifica gênero em registro civil de moradora de Dianópolis
  •  (11-12-2017) - TJSC - Tribunal determina que suposto pai pague pensão mesmo antes do nascimento de bebê
  •  (11-12-2017) - TJMG - Casal é indenizado por falta de energia elétrica na festa de casamento
  •  (11-12-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (11-12-2017) - Justiça carioca cria centro de resolução de conflitos familiares
  •  (11-12-2017) - TJAC - Município de Sena Madureira deve indenizar mulher pelos danos ao imóvel decorrentes de obra
  •  (11-12-2017) - TRF1 - Legislação impede a concessão de licença para acompanhar cônjuge deslocado para tomar posse
  •  (11-12-2017) - TRF1 - Denatran é condenado a efetuar emplacamento de veículo adquirido em leilão da Receita Federal
  •  (11-12-2017) - TRT23 - Justiça nega vínculo de emprego a filho de comerciante
  •  (11-12-2017) - TRT6 - Professora que “repetiu” ação trabalhista contra Município é multada
  •  (11-12-2017) - TRT1 - Amizade no Facebook não configura suspeição de testemunha
  •  (11-12-2017) - STJ - Quarta Turma acolhe pedido de guarda póstuma e assegura pensão a menor com doença cerebral
  •  (11-12-2017) - STJ - Admitido incidente de uniformização sobre incorporação do reajuste da URP de abril e maio de 1
  •  (07-12-2017) - Feminicida terá de devolver o benefício previdenciário recebido
  •  (07-12-2017) - CNJ esclarece dúvidas sobre apostilamento de documento em cartório
  •  (07-12-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (07-12-2017) - STF -Ministro suspende júri após absolvição anulada por falta de quesito sobre participação genérica
  •  (07-12-2017) - STJ - Admitido incidente de uniformização sobre prescrição e habilitação para recebimento de pensão
  •  (07-12-2017) - STJ- Agravo de instrumento é recurso cabível contra revogação de Justiça gratuita em autos apartados
  •  (07-12-2017) - TRF-RJ inaugura hoje Memorial em homenagem a 9 desembargadores falecidos,com presença da OAB Niterói
  •  (07-12-2017) - TJRS - Estado deve fornecer informações, mesmo que sigilosas, aos órgãos de fiscalização
  •  (07-12-2017) - TRF1 - Princípio da proporcionalidade não se aplica a réu reincidente
  •  (07-12-2017) - TRF1 - Entrega de carnês de IPTU sem a intermediação não viola manutenção do serviço público postal
  •  (07-12-2017) - TRT15 - Câmara anula doação fraudulenta e determina penhora sobre imóvel de sócio devedor
  •  (07-12-2017) - TST - Intimação de sentença que não foi feita a advogado expressamente indicado é nula
  •  (07-12-2017) - TRF3 - Fundamentos que levaram a 11ª turma a substituir prisão preventiva por medidas cautelares
  •  (06-12-2017) - STJ - Protesto de título prescrito gera dano moral apenas se não houver outras formas de cobrança
  •  (06-12-2017) - STJ - Mesmo sem previsão, cabe agravo de instrumento contra decisão interlocutória
  •  (06-12-2017) - STJ - Dissolução parcial de sociedade não exige citação de todos os acionistas
  •  (06-12-2017) - TST - Mantida suspeição de testemunha com cargo de confiança e poderes para admitir e demitir
  •  (06-12-2017) - CJF - Cumprimento de autos de constatação é atribuição de oficiais de justiça
  •  (06-12-2017) - STJ - Corte Especial e Terceira Seção aprovam duas novas súmulas
  •  (06-12-2017) - STJ - Prorrogações de contrato de aluguel não autorizam denúncia vazia
  •  (06-12-2017) - TJDFT - Motorista que estacionou sem acionar o freio de mão deverá restituir prejuízos causados
  •  (06-12-2017) - STJ - Primeira Seção reafirma que menor sob guarda tem direito à pensão por morte
  •  (06-12-2017) - STJ - Litisconsortes com diferentes advogados têm prazo em dobro para pagamento voluntário
  •  (06-12-2017) - STJ - Falta de anuência não desobriga fiador na prorrogação do contrato de aluguel
  •  (06-12-2017) - TRT5- Vigilante tem justa causa mantida por atuar, de licença médica, como juiz do Campeonato Baiano
  •  (06-12-2017) - TRT1 - Grau de parentesco não justifica inclusão na execução
  •  (06-12-2017) - TST - Entidades e OAB poderão se manifestar em sessão que examinará mudanças na jurisprudência
  •  (06-12-2017) - TJRJ atende solicitação da OAB Niterói e inaugura Juizado Fazendário na Região Oceânica, dia 13
  •  (06-12-2017) - ESA Niterói fecha o ano letivo com chave de ouro após receber 1.189 alunos em dezenas de cursos
  •  (06-12-2017) - Advogado Nilton Nunes será o paraninfo da última turma a receber carteiras na OAB Niterói em 2017
  •  (06-12-2017) - Turma de Direito da UFF de 1967 comemora Jubileu de Ouro de formatura no dia 19 de janeiro
  •  (06-12-2017) - Associação de Imprensa promove ato público,5ªfeira,na Cinelândia, pelo Dia da Liberdade de Expressão
  •  (05-12-2017) - OAB Niterói e a OAB-RJ não terão expediente nesta sexta-feira, Dia da Justiça
  •  (05-12-2017) - TRF1 - Incide PIS e Cofins sobre faturamento decorrente da locação e venda de bens imóveis
  •  (05-12-2017) - TRT1 - Indeferida inclusão de ex-sócia em execução trabalhista
  •  (05-12-2017) - STJ - Terceira Turma limita pagamento de pensão a ex-companheira
  •  (05-12-2017) - STJ - Protesto de título prescrito gera dano moral apenas se não houver outras formas de cobrar
  •  (05-12-2017) - STJ - Impenhorabilidade de pequeno imóvel rural não exige que dívida venha da agricultura
  •  (05-12-2017) - STF - Negado trâmite a ADI de partido sem representantes no Congresso na data de ajuizamento da ação
  •  (05-12-2017) - ESA Niterói promove, dia 12, último Curso Prático de Peticionamento Eletrônico do ano
  •  (05-12-2017) - Representante da OAB Niterói toma posse como presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa
  •  (05-12-2017) - Decisões do TJRJ
  •  (05-12-2017) - Informativo STF
  •  (04-12-2017) - TRF1 - Ação de cumprimento da sentença proferida em ação civil pública prescreve em 5 anos
  •  (04-12-2017) - TST - Mantida validade de acordo que autorizou parcelamento de verbas rescisórias em 16 vezes
  •  (04-12-2017) - TST - Gratificação de assiduidade com natureza salarial fixada em norma coletiva integra horas extra
  •  (04-12-2017) - STJ autoriza conversão de execução para entrega de coisa incerta em execução por quantia certa
  •  (04-12-2017) - STJ-Participação nos lucros e resultados não se incorpora diretamente ao valor da pensão alimentícia
  •  (04-12-2017) - TJSC - Sinal amarelo intermitente pede cautela dobrada e divide responsabilidade em colisão
  •  (04-12-2017) - TJSC - Busca incessante por paternidade esbarra em exame de DNA e na coisa julgada
  •  (04-12-2017) - Informativo de Jurisprudência do STJ
  •  (01-12-2017) - Palavra do Presidente: Vampiros, não
  •  (24-11-2017) - Informativo da OAB Niterói será suspenso de 27 a 30 de novembro, esclarece Antonio José
  •  (24-11-2017) - STJ - Crédito trabalhista pode ser incluído em recuperação judicial de empresa
  •  (24-11-2017) - STF - Ministro remete à primeira instância ações que discutem gestão de água na Região Sudeste
  •  (24-11-2017) - Decisão do TJRJ
  •  (24-11-2017) - TJGO - Condomínio é condenado a indenizar moradora após forçar retirada de rede de proteção
  •  (24-11-2017) - TRF1 - Proprietário de imóvel responde pelo dano ambiental por uso de fogo em área agropastoril
  •  (24-11-2017) - TRF1 - Acumulação lícita de cargos públicos deve ser limitada a jornada de 60 horas semanais
  •  (24-11-2017) - STJ - Quando o dano é nacional, local de sede da empresa não determina escolha de foro
  •  (24-11-2017) - Advogado Erthal Rocha recebe Medalha do Mérito da Emerj, dia 4 de dezembro
  •  (24-11-2017) - TRF-RJ inaugura, dia 7 de dezembro, Memorial em homenagem a nove desembargadores federais falecidos
  •  (24-11-2017) - ESA da OAB Niterói inicia o mês de dezembro com oferta de curso gratuito sobre ‘Coaching Jurídico’
  •  (24-11-2017) - Comissão de Integração Comunitária da OAB Niterói dá orientação jurídica dia 26, em São Francisco
  •  (17-11-2017) - Feliz Natal e um 2018 de alegrias!
  •  (17-11-2017) - Confraternização de fim de ano dos advogados é transferida para 13 de dezembro, com churrasco