OAB Niterói online
Notícias
Palavra do Presidente: Tô trabalhando

Tô trabalhando 

 

Por Antonio José Barbosa da Silva - presidente da OAB de Niterói 

Este título espelha uma verdade para ninguém questionar. Somente merece elogios e mais elogios. Em síntese: era uma obra abandonada há quase três anos, que o prefeito Rodrigo Neves resolveu abraçar para se tornar nota 10.

Deixando de lado o estado e o outro pedaço da estrada que pertence a São Gonçalo, foi um sucesso o reparo da rodovia Maria Paula - Rio do Ouro, de grande importância no escoamento do tráfego  para  Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba, São Pedro, Cabo Frio, Búzios e Norte-Fluminense.

A estrada estava um caco ao quadrado. Eram crateras, buracos para dar e vender, se é que alguém tivesse coragem para acertar a compra do pedaço. O estado, em crise financeira, tal qual a prefeitura de SG, estavam sem bala na agulha, mas, em boa hora, surge o prefeito e compra o bagulho.

As obras, em ritmo de JK, terminaram e servem de exemplo para o que ocorre na estrada Rio-Petrópolis,  transformada numa das vias mais perigosas do estado. Por falta de recursos da União, as obras, no meio do caminho, foram sepultadas, prejudicando a movimentação de veículos da Cidade das Hortências à Cidade Maravilhosa.

A rodovia Maria Paula-Rio do Ouro vai ficar um brinco de ouro, inclusive contando com sinalização quanto à velocidade e às lombadas. Vai ser uma joia rara, por ter tirado do sufoco milhares de veículos que passam por ali, de pessoas que moram em Maricá e trabalham na ex-capital fluminense.

Rio do Ouro, dos dois lados dos municípios, acompanhou a obra, mais do que esperada. Isto, é óbvio, sem mencionar a população de Itaipu, Piratininga e dos bairros da cidade. No verão, há enxurrada de veículos que rumam, principalmente para a Região dos Lagos.

A obra era aguardada há muito tempo; mas o estado, quebrado, foi obrigado a paralisá-la, independente de sua importância, e já se encontrava em petição de miséria.

 Mas, agora, o problema  acabou  pela decisão firme do prefeito Rodrigo Neves. Bem que o governo federal poderia importar o chefe do executivo daqui.

Em tempo: o prefeito deveria alcançar a Estrada Senador Fernandes da Cunha,  que tem o trecho entregue as baratas. É o complemento da Maria Paula - Rio do Ouro. Dessa maneira, o serviço ganharia mais loas.

De qualquer, sorte foi uma conquista da melhor qualidade a decisão do prefeito em ajudar o estado e a prefeitura vizinha. No fim, é  uma colher de chá para os entes públicos que passam, momentaneamente,  por dificuldades financeiras e um benefício para a população.
 
(Publicação em O Fluminense de 2-2-18)



back