OAB Niterói online
Notícias
TST afasta irregularidade de representação por procuração apresentada por e-Doc sem autenticação

TST - Turma afasta irregularidade de representação por procuração apresentada por e-Doc sem autenticação

 

A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho deu provimento a recurso da Ambev S. A. para afastar a irregularidade de representação processual declarada pelas instâncias inferiores em razão da juntada de procuração digitalizada por meio do sistema de peticionamento eletrônico (e-doc). Segundo a Turma, os documentos digitalizados têm o mesmo valor de prova dos originais.

Condenada subsidiariamente em primeira instância a pagar verbas trabalhistas devidas a um prestador de serviços contratado pela Nepomuceno Cargas Ltda., a Ambev teve seu recurso ordinário rejeitado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP). Para declarar a irregularidade da representação, o TRT considerou que a vigência da primeira procuração apresentada pela empresa havia expirado na data da interposição do recurso, e a segunda, juntada em fotocópia simples por meio de e-doc, não continha autenticação.

No recurso de revista ao TST, a Ambev sustentou que o primeiro instrumento de mandato continha cláusula que conferia poderes ao advogado para atuar até o final da ação. Argumentou também que a procuração posterior foi juntada por meio eletrônico, não havendo necessidade de declaração de autenticidade.

O relator, ministro Márcio Eurico Vitral Amaro, observou que a última procuração foi apresentada por meio eletrônico conforme autorizado pela Lei 11.419/2006, que dispõe sobre a informatização do processo judicial. Em seu artigo 11, a lei dispõe que documentos produzidos eletronicamente e juntados a processos eletrônicos, com garantia da origem e de seu signatário, na forma da lei, “serão considerados originais para todos os efeitos legais”.

O ministro explicou ainda que a questão foi regulamentada no TST pela Instrução Normativa 30/2007, que estabelece, no artigo 7º, que o envio da petição por intermédio do e-DOC “dispensa a apresentação posterior dos originais ou de fotocópias autenticadas, inclusive aqueles destinados à comprovação de pressupostos de admissibilidade do recurso”. Assim, para o relator, o TRT, ao considerar irregular a representação processual da empresa, impediu o exercício de ampla defesa, violando o artigo 5º, inciso LV, da Constituição Federal.

Afastada a irregularidade de representação, a Turma, por unanimidade, determinou o retorno do processo ao TRT para julgamento do recurso ordinário. A ministra Maria Cristina Peduzzi não participou do julgamento, em razão de impedimento.

Processo: ARR-635-88.2013.5.15.0096

Fonte: TST



back

:: Mais Noticias
  •  (07-12-2018) - Juiz Alexandre Chini Neto é nomeado assessor da diretoria da Escola Nacional da Magistratura
  •  (06-12-2018) - Vitória para a advocacia
  •  (06-12-2018) - Obrigado!
  •  (05-12-2018) - 30 anos da Constituição Federal
  •  (04-12-2018) - Presidente da Fundação Municipal de Educação é condecorado com Medalha José Clemente Pereira
  •  (29-11-2018) - Andra Luiza Geraldino Rocha da Silva assume presidência Comissão Defesa, Assistência e Prerrogativas
  •  (29-11-2018) - Morre advogado Avelino Costa, ex-assessor especial da presidência da OAB Niterói
  •  (27-11-2018) - OAB Niterói participa de palestra sobre 'Violência doméstica e suas consequências no meio familiar'
  •  (27-11-2018) - Subseção Niterói realiza palestra com enfoque na “OAB e o advogado’, dia 3 de dezembro
  •  (26-11-2018) - OAB Niterói promove ‘2º Encontro de Justiça Restaurativa e Constelação na cidade de Niterói’, dia 29
  •  (26-11-2018) - Palestra na OAB Niterói discute os ‘Pontos controvertidos da Reforma Trabalhista’, dia 4 de dezembro
  •  (16-11-2018) - Palavra do presidente: Fatos relevantes
  •  (14-11-2018) - OAB Niterói promove palestra sobre 'Relações de trabalho na modernidade e seus aportes, dia 26
  •  (09-11-2018) - Palavra do presidente: Chumbo grosso
  •  (09-11-2018) - TRT/RJ elege nova administração para o biênio 2019/2021
  •  (01-11-2018) - Palavra do presidente: Medalha de ouro
  •  (26-10-2018) - Palavra do presidente: O que fazer?
  •  (25-10-2018) - Raphael Diógenes Serafim, conselheiro da OAB Niterói, receberá título de 'cidadão niteroiense'
  •  (25-10-2018) - Artigo: O IMPACTO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA SOCIEDADE
  •  (23-10-2018) - Presidente da OAB Niterói estará presente cerimônia assinatura lei que autoriza construção federal
  •  (22-10-2018) - Presidente da Abami visita OAB Niterói e convida entidade para participar da abertura do XVI Enai
  •  (19-10-2018) - Palavra do presidente: Sem sentido
  •  (19-10-2018) - Morre advogado Pedro Farias, da Subseção de São Gonçalo
  •  (16-10-2018) - TRT Rio em Revista chega à presidência OAB Niterói, com editorial do desembargador Fernando Zorzenon
  •  (16-10-2018) - Vice-presidente OAB Niterói, Luciano Alvarenga, será paraninfo turma novos advogados e estagiários
  •  (16-10-2018) - Artigo: Órfãos
  •  (15-10-2018) - IMB promove palestra com o advogado e professor Marcos Dessaune
  •  (11-10-2018) - Palavra do presidente: Verdade
  •  (05-10-2018) - Artigo: Mais problemas
  •  (05-10-2018) - Desportivo' será tema de palestra na OAB Niterói em 16 de outubro
  •  (04-10-2018) - Presidente OAB Niterói recebe certificado da Academia Niteroiense de Belas Artes, Letras e Ciências
  •  (04-10-2018) - Artigo:O DANO SINÉTICO E O FIM DO MERO INADIMPLEMENTO CONTRATUAL
  •  (04-10-2018) - Advogada Fernanda de Kássia Pereira Batista receberá moção da Câmara Municipal de Niterói, no dia 15
  •  (02-10-2018) - Artigo: Caridade
  •  (01-10-2018) - Diretor executivo da OAB Niterói recebe título de Personalidade Carioca da Justiça